Saiba quem é Júnior Rocha, técnico da nova safra que vai tentar arrumar o CRB

Júnior Rocha trocou o Santa Cruz pelo CRB (Foto: Marlon Costa / Pernambucopress)

A diretoria do CRB foi ao mercado com agressividade. Negociou, fez proposta e tirou o técnico Júnior Rocha do Santa Cruz na noite deste domingo. Ele deixou o Tricolor depois do empate com o Náutico por 1 a 1, pela Série C, e inicia nesta segunda, às 15h30, o trabalho no Galo. Vale logo o aviso: a posse de bola é uma das exigências do treinador nas equipes que monta.

Gaúcho de São Leopoldo, Dilceu da Rocha Júnior é da nova geração de técnicos. Tem apenas 36 anos e, além do Santa, treinou o Novorizontino/SP e o Luverdense/MT. Foi no time de Mato Grosso que ganhou maior projeção na carreira, conquistando o acesso para a Série B, em 2013, e o título da Copa Verde, no ano passado.

Deixou o Luverdense também em 2017, após o rebaixamento para a Série C, e acertou em dezembro com o Santa Cruz.

Estilo

Júnior é um treinador que gosta de fazer um planejamento tático detalhado. Ex-jogador, ele costuma mostrar em campo como quer determinada jogada. No Santa, fez variações. Começou o trabalho priorizando a posse de bola, com marcação alta (defesa adiantada) e iniciativa de jogo.

Depois, como os resultados não vieram, até pelas características dos atletas, mudou o estilo. Passou a trabalhar com uma marcação mais forte e transição rápida (contra-ataque).

O treinador admira Simeone, do Atlético de Madrid, e explica o motivo.

– O trabalho do Simeone é muito bom. Acredito que o Atlético de Madrid seja o time mais organizado taticamente da Europa e eu priorizo isso nas minhas equipes. Gosto que trabalhe com a bola no pé, até porque com a posse corremos menos risco de levar gols. Gosto que o time faça triangulações e marcação em bloco alto, com pressão sempre na bola. É isso que aplicamos no dia a dia – comentou Rocha, quando ainda treinava o Luverdense, no ano passado.

Mágoa

A diretoria do Santa Cruz não gostou da forma como Júnior saiu do clube. Depois do clássico com o Náutico, ele falou sobre a proposta do CRB e acertou a rescisão. No site oficial do Tricolor, o terceiro parágrafo da nota sobre a despedida de Rocha fugiu até do tom habitual.

No Santa, ele comandou o time nesta temporada em 19 jogos, vencendo cinco, empatando 11 e perdendo três vezes.

Desafio

Júnior Rocha vai encontrar no Galo um elenco montado por Mazola Júnior, que tinha grande preocupação defensiva. O desafio é encaixar os reforços, melhorar a saída de bola, a marcação e dar mais força ofensiva ao time. Contratados recentemente, ainda vão estrear o atacante Rafael Costa (ex-São Caetano), o lateral-direito Diogo Mateus (ex-Ferroviária) e o zagueiro Márcio (ex-Paraná).

A perda do Campeonato Alagoano, neste mês, abalou a confiança do elenco e o novo treinador também precisa dar atenção especial ao lado psicológico dos jogadores. Júnior vai trabalhar no CRB com auxiliar técnico Everton Vanoni e o preparador físico Gian de Oliveira.

Perfil

JÚNIOR ROCHA

Nome: Dilceu Rocha Júnior
Data de nascimento: 21/04/1981 (36 anos)
Nasceu em: São Leopoldo (RS)
Clubes da carreira: Santa Cruz, Novorizontino e Luverdense

Elenco do CRB

Goleiros: João Carlos (ex-Ponte Preta), Edson Mardden (ex-Criciúma) e Cris (renovou);

Zagueiros: Márcio (ex-Paraná), Flávio Boaventura (renovou), Edson Borges (ex-Criciúma), Anderson Conceição (ex-Chaves/POR), Rafael (base), Everton Sena (ex-Goiás) e Renan (base);

Laterais: Diogo Mateus (ex-Ferroviária), Ayrton (ex-Paysandu) e Diego (renovou);

Volantes : Lucas Siqueira (ex-Novorizontino), Tinga (ex-Santo André), Serginho (Ex-Gangwon-JAP), Willians Fernandes (ex-Goiás), Feijão (ex-Bahia), Juliano (ex-Figueirense) e Gabriel (base), Erick (base) e Claudinei (ex-Vila Nova);

Meias: Leilson (ex-Juventude), Edson Ratinho (renovou), Willians Santana (ex-Avaí) e Rafael Bastos (ex-Buriram United/Tailândia);

Atacantes: Rafael Costa (ex-São Caetano), Diego Rosa (ex-São Caetano), Marcão (ex-Paysandu), Neto Baiano (renovou), Willians Santana (ex-Avaí), Mazola (Jeonbuk Motors-COR), Ruan (ex-Vila Nova), Juninho Potiguar (ex-América-RN) e Dudu (base).

Fonte: Globoesporte

COMPARTILHE
Fechar Menu