Após ataque, Federação Alagoana proíbe organizadas de ASA e Santa de irem a estádios

Ônibus do CRB foi atacado na madrugada desta quinta-feira (Foto: Douglas Araújo / Ascom CRB)

A Federação Alagoana de Futebol emitiu nota oficial nesta quinta-feira em que proíbe a entrada das torcidas organizadas Mancha Negra e Inferno Coral nos estádios de Alagoas. A Mancha está suspensa até que o ataque ao ônibus do CRB, na madrugada, seja esclarecido. A organizada do Santa Cruz não pode assistir ao confronto entre o Galo e o Tricolor, neste sábado, válido pela Copa do Nordeste.

Em ato assinado pelo presidente Felipe Feijó, a federação avisa que “encaminhará os documentos necessários juntamente ao boletim de ocorrência para a Justiça, juizado dos torcedores, Ministério Público, Secretaria de Segurança Pública, a quem compete julgar e punir, tudo de conformidade com a legislação desportiva vigente”.

Mancha Negra

  • Não pode entrar em nenhum estádio até que a situação seja explicada.

Inferno Coral

  • Está proibida de entrar nos estádios alagoanos por conta dos constantes confrontos que provocaram violência contra a equipe do CRB, na Copa do Nordeste em 2013.

Confira a nota na íntegra:

O presidente da Federação Alagoana de Futebol vem de público prestar os seguintes esclarecimentos, tendo em vista os lamentáveis incidentes ocorridos após a partida de futebol entre as equipes da Aagremiação Sportiva Arapiraquense e Clube de Regatas Brasil, realizada no último dia 08 (quarta- feira) no estádio “ Coaracy da Mata Fonseca” em Arapiraca, válida pela primeira fase do Campeonato Alagoano de futebol profissional – primeira divisão – 2018.

A entidade, através de sua diretoria, repudia qualquer tipo de violência ou a prática de atos que denigram a imagem do futebol;

Os fatos ocorridos serão rigorosamente apurados e os envolvidos deverão ser penalizados na forma da lei.

A FAF encaminhará os documentos necessários juntamente ao boletim de ocorrência para a Justiça, juizado dos torcedores, Ministério Público, a Secretaria de Segurança Pública, a quem compete julgar e punir, tudo de conformidade com a legislação desportiva vigente.

Em paralelo, fica suspensa a entrada da torcida organizada “Mancha Negra”, nos estádios até a apuração dos fatos.

Por fim, esclarece ainda, não ser do feitio da entidade se calar diante de fatos ou atitudes que mancham o futebol alagoano, adotando as medidas cabíveis.

Felipe Omena Feijó

Presidente

Fonte: Globoesporte

COMPARTILHE
Fechar Menu