CSA perde no tempo normal, mas faz 4×2 nos pênaltis e vai decidir título

Foi suado, mas o CSA conseguiu bater o São Bento-SP, na noite deste sábado (07), no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pelo segundo jogo das semifinais da Série C do Brasileiro. Após vencer a primeira partida por 1×0, em Sorocaba, o time do Mutange voltou a campo para tentar confirmar sua classificação no tempo normal, diante de seu torcedor, no Estádio Rei Pelé. Porém, mesmo com um homem a mais no segundo tempo, acabou superado no tempo normal, com gol nos acréscimos, e teve de tentar a sorte na série de cobranças de pênalti.

Daniel Costa, Edinho e Boquita converteram as penalidades em favor do CSA. Dawhan viu o goleiro Rodrigo Viana fazer boa defesa, mas o goleiro azulino Mota também fez bonito, segurando o chute de Everaldo. Na última cobrança, foi a vez de Maxuel Samurai, que havia entrado no lugar do também atacante Michel, finalizar rasteiro e confirmar a classificação azulina.

Com o resultado, o CSA vai decidir mais um título nacional, o segundo em sequência – no ano passado, foi vice-campeão da Série D. Seu adversário será o Fortaleza, que empatou em 2×2 com o Sampaio Corrêa, também neste sábado, em São Luís-MA. Como havia vendido a primeira partida, no Ceará, por 1×0, garantiu-se na decisão da Terceirona.

E para o primeiro jogo da grande final, cuja data ainda será definida, o técnico Flávio Araújo não poderá contar com o lateral Celsinho, o zagueiro Rodrigo Lobão e o lateral-esquerdo Raul, todos suspensos. Além destes, o também zagueiro Jorge Fillipe pode não ser relacionado para o duelo em Fortaleza – o CSA vai decidir o título no Trapichão porque tem campanha superior a dos cearenses -, já que deixou a partida deste sábado, ainda no primeiro tempo, sentindo o joelho direito.

 

Fonte: Gazetaweb

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA