Mobilidade no ataque e base mantida: Araújo arruma CSA para decisão

O CSA ainda faz um treino leve neste domingo, em Minas, mas o trabalho para o confronto de segunda com o Tombense está quase fechado. Flávio Araújo conversou muito com os jogadores durante a semana, manteve a base do técnico anterior e também deu atenção ao lado psicológico. Precisava passar confiança aos jogadores para um dos mata-matas mais importantes da história do clube. Se eliminar o time mineiro, o Azulão estará na Série B de 2018 e mudará de patamar no futebol nacional. Não é pouca coisa.

O time também não tem muito mistério. Sem o lateral-esquerdo Rafinha, lesionado, e o zagueiro Thales, que se transferiu para o Inter, Araújo deve optar por Raul Diogo e Rodrigo Lobão. Na zaga, talvez para despistar, o treinador afirmou que ainda tem uma dúvida.

– Está sendo difícil, não escolhi ainda. Os dois (Leandro e Lobão) estão se comportando muito bem e isso causa uma grande dúvida. Chances iguais para os dois. Cabe fazer o confronto com o ataque do Tombense e a nossa defesa para encontrar a melhor característica do nosso defensor que barre o adversário. Falei para eles que cada um ia fazer a metade do trabalho no time titular e no domingo vou definir – explicou Flávio.

O técnico também comentou o posicionamento de Marcos Antônio e Edinho, que vão dar suporte ao atacante Michel. Eles são peças importantes para a estratégia.

– O Edinho e o Celsinho fazem a dobra pela direita, e o Raul com o Marcos Antônio pela esquerda. O Edinho e o Marcos jogam na segunda linha e dei liberdade aos dois para flutuarem e não ficarem totalmente abertos. O alvo fixo é fácil de ser marcado. Eles vão fazer essa mobilidade e alternar pelo meio e pelos lados.

Regulamento

O gol fora de casa tem muito valor no desempate do mata-mata. Por isso, a participação ofensiva do CSA precisa ser efetiva. O adversário desta segunda também costuma ser vazado em casa. Em nove partidas no Almeidão nesta Série C, o Tombense só não sofreu gol em três jogos. Levou oito em nove confrontos, média de quase um por partida.

De acordo com o regulamento, se houver empate na soma dos dois resultados, a disputa da vaga na Série B vai para os pênaltis. A vantagem do Azulão no confronto é decidir o mata-mata em casa, no dia 25.

Fonte: Globoesporte

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA