Volante e atacante chegam ao CSA, treinam e falam das características

A quarta-feira foi corrida para os dois últimos reforços do CSA. O volante Michel Schmöller e o atacante Maxuell chegaram em Maceió no início da tarde, foram ao Mutange, participaram do treinamento e falaram com a imprensa após a atividade. A dupla deve ficar à disposição do técnico Ney da Matta para o jogo contra o Botafogo-PB, pela terceira rodada da Série C.

Maxuell tem 25 anos e estava no Ferroviário-CE. No Campeonato Cearense, o centroavante fez seis gols e foi vice-campeão. O novo atacante do Azulão elogiou a estrutura do clube e disse que quer contribuir na busca pelo acesso à Segunda Divisão.

– Impressão muito boa, assim como a estrutura do clube. Já havia colhido informações daqui e tinham me falado muito bem. Estou feliz de ter acertado, espero fazer um bom campeonato e ajudar a colocar o CSA na Série B – falou o atacante, que disse estar ciente das cobranças que vai enfrentar com a camisa azulina.

– A responsabilidade é grande. Sei que é um time de massa, que a torcida está cobrando bastante e quer o acesso. Vim para poder ajudar a conquistar isso. Por tudo que tem, em termos de estrutura e tudo, sabemos que o CSA merece estar lá [Série B].

O novo camisa nove comentou que, se for preciso, pode atuar fora da área.

– Sou centroavante e gosto de ficar dentro da área, mas também jogo pelas beiradas, se for opção do treinador. Para ajudar o CSA, faço o que for preciso, vou me doar, ser guerreiro e espero usar a espada do samurai, assim como usei no Ferroviário-CE – declarou Maxuell, que foi perguntado sobre o estilo samurai e brincou.

– Fazendo gol vocês vão ver como é – comentou Maxuell.

O volante Michel Schmöller teve o Inter de Lages-SC como último clube. Com 29 anos, tem passagens por Remo, Luverdense, ABC e Ituano. Na entrevista de apresentação, o novo jogador azulino comentou que pode fazer as duas funções da sua posição.

– Tenho jogado como primeiro e segundo volante, mas venho atuando mais de primeiro. Sou um volante competitivo dentro de campo. Gosto sempre de vencer, todos atletas são assim, odeiam perder. Vim para ajudar meus companheiros, deixando eles em boas condições na frente para poder jogar. Cada um fazendo sua parte, o CSA vai sair bem de campo e com seu objetivo cumprindo – comentou Michel, que ainda se colocou à disposição para atuar como zagueiro.

– Tive a felicidade de trabalhar com alguns treinadores que buscavam a versatilidade dos jogadores. Procurei sempre escutar eles. Jogo em algumas posições. O futebol da atualidade propõe isso aos atletas, que consiga atuar em mais de um lugar. Tenho essa facilidade. Onde o professor optar por me colocar, vou procurar conseguir o melhor para o time. De zagueiro, volante ou em outra, espero que a gente consiga corresponder para o CSA sair vitorioso – finalizou o volante.

Michel comentou que pode atuar como volante ou zagueiro (Foto: Alisson Frazão/AscomCSA)

Outra novidade no CT Gustavo Paiva foi o atacante Luís Soares. Sem atuar desde o dia 3 de abril, quando se lesionou no clássico com o CRB, ele falou que ainda se recupera da lesão na coxa esquerda e que deve ficar disponível no fim do mês. Soares descartou que vá deixar o clube, dizendo que ninguém da direção conversou com ele sobre isso e que tem contrato até o fim da temporada.

A provável formação do CSA para pegar o Sampaio Corrêa é com: Mota; Celsinho, Thales, Leandro Souza e Rafinha; Dawhan, Everton Heleno, Marcos Antônio e Daniel Costa; Thiago Potiguar e Michel.

O elenco faz o último treino em Maceió na manhã desta quinta-feira, viajando às 17h para São Luís-MA. O técnico Ney da Matta encerra a preparação com uma atividade no Estádio Castelão na tarde da sexta-feira. A partida entre Sampaio Corrêa e CSA é neste sábado, às 16h, em São Luís, no Estádio Castelão.

Fonte: Globoesporte

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA